Abrir
Notícias
06Jan
Tarifa Branca possibilita economia para quem usa energia fora dos horários de picos
Imagem13 consumidores da CERRP aderiram à Tarifa Branca

Desde 1º de janeiro de 2020, os consumidores atendidos em Baixa Tensão (220/127 Volts), das classes comercial, industrial, residencial, exceto Baixa Renda e rural, podem aderir à modalidade tarifária branca.

Quando a Tarifa Branca foi criada, em janeiro de 2018, exceto para as ligações novas, só poderiam aderir os consumidores já ligados com consumo superior à 500 kWh mensais. Em 2019 esse limite passou para 250 kWh e a partir de 2020, não há mais limite de consumo.

Essa modalidade tarifária prevê preços diferenciados para três períodos do dia: ponta (das 18h00m às 21h00m), intermediário (das 17h00m às 18h00m e das 21h00m às 22h00m) e fora de ponta (das 22h00m às 17h00m do dia seguinte).

Nos finais de semana e nos feriados nacionais, todo o período é considerado como fora de ponta.

Pela Resolução Homologatória ANEEL nº 2529, de 09/04/2019, as tarifas da CERRP vigentes até 14/04/2020, as tarifas aplicáveis para a Tarifa Branca são as seguintes:

 Ponta: R$1,038/kWh;

 Intermediário: R$0,738/kWh; e

 Fora de Ponta: R$0,589/kWh.

Para aderir à Tarifa Branca, é necessário avaliar o volume de energia consumido durante os períodos intermediário e ponta, cujos valores são superiores à tarifa convencional. Se o consumo for, predominantemente no horário fora de ponta, essa modalidade tarifária se torna vantajosa.

Por essas características, consumidores que não utilizem energia das 17h00m até 22h00m, têm a possibilidade de reduzir a conta de energia em até 25% no caso de residências, exceto Baixa Renda, comércios e indústrias, sempre lembrando que são aqueles atendidos em 220/127 Volts (Baixa Tensão). Para os consumidores da Classe Rural, a redução pode chegar a 30%, se não houver consumo nesse horário.

Vale destacar que, mesmo com consumo durante os dias da semana no horário das 17h00m às 22h00m, a Tarifa Branca pode ser compensadora, mas isso vai depender de qual percentual de energia é utilizada nesse horário. Para realizar uma simulação, venha conversar conosco, assim você pode ter um maior esclarecimento sobre essa tarifa, diretamente com nossos colaboradores que estão preparados para orientar os clientes, e evita o risco de tomar decisões que não tragam os benefícios esperados.

Se houver a opção pela Tarifa Branca, a CERRP tem até 30 (trinta) dias para atender a solicitação. É o mesmo prazo para atender a solicitação de retorno à Tarifa Convencional, se o consumidor entender que não compensou migrar para a Tarifa Branca. Se fizer a opção por essa nova tarifa e retornar à Tarifa Convencional, será necessário esperar 180 (cento e oitenta) dias para fazer nova opção pela Tarifa Branca.

O engenheiro eletricista da CERRP, Alexandre Sanches, responsável pelo setor de projetos da empresa, afirma que a Tarifa Branca pode ser interessante para quem tem suas atividades no dia-a-dia encerradas às 17 horas. “Se consumir energia após esse horário pode não compensar aderir à Tarifa Branca”, alerta o engenheiro.